Archive for fevereiro \25\UTC 2008

O Oscar e a decisão da Taça GB

fevereiro 25, 2008

Domingo poderia ser bem melhor, se o Flu não tivesse jogado tão mal na semana passada, e estaríamos disputando hoje com o Fla.

Deu a lógica, e o Flamengo venceu com méritos. Não achei motivos para tanta reclamação por parte dos botafoguenses. O juiz errou algumas vezes contra o Botafogo, mas também errou contra o Flamengo. O erro mais ridículo foi não ter marcado um recuo de bola que o Bruno pegou a bola com as mãos. Também teve uma falta desclassificante que poderia ter quebrado a perna de um jogador flamenguista.  Reclamam do penalty, que foi, mas reconheço que o juiz poderia ter marcado outras faltas no mesmo lance e também na área do Flamengo.  Errou em expulsar o Zé Carlos do Bota, que não tinha nada com a confusão, mas poderia ter expulso outro jogador do Bota. Acho que o principal foi que o Flamengo mostrou ter mais jogadores. O Joel optou por um esquema que claramente eu via que não daria certo, principalmente com o Marcinho que é muito fraco. Bastou tirá-lo, pois era uma peça quase nula, e o Flamengo melhorou, além também da entrada do Kleberson. E o Botafogo teria que reclamar é com o time que perdeu dois gols feitos, sendo um antes do segundo gol do Fla, e o outro no último lance do jogo, com a bola tocando a trave numa cabeçada da linha da pequena área. A história poderia ter sido outra.

Agora é torcer para o Flu tomar vergonha na cara e jogar tudo na Taça Rio e entrosando o time para o desenrolar da Libertadores. Estou confiante que pegaremos o Flamengo na Final do Estadual e que ganharemos num Maracanã lotado. Semana que vem é a nossa estréia na Taça Rio, acho que contra a Cabofriense.

O final do domingo, Oscar. Só gosto da festa por causa do Bolão que amigos do Fluonline fazem, e por se tratar de cinema. Fiquei em segundo no Bolão. Tem o Bolão da UCI, que premiará uma credencial para todo o ano. O amigo Paul Bittencourt ganhou no ano passado.  Acho que não ganhei, mas se ganhasse, certamente não usaria muito, pois da rede UCI só tem cinemas bem longe daqui. Enquanto isso, vou aguardar que os melhores filmes passem na UFF.

Falando em filmes, Tropa de Elite venceu o Festival de Berlim. Mas como alguns amigos sabem, minha irmã Anna Maria, aka Anna Azevedo, também participou do Festival com o Curta Drêznika (acho que tem esse ^ mesmo) na mostra fora da competição.

Anúncios

Uma estréia nervosa mas que dá esperança

fevereiro 22, 2008

O Fluminense estreou contra a LDU do Equador na última quarta-feira. O início foi nervoso, tentando segurar o ímpeto da equipe equatoriana, mas a partir dos 15 minutos começou uma seqüência de ataques do adversário que, por sorte, a meta defendida pelo nosso goleiro, que dessa vez se saiu bem, não foi vencida. O Fluminense só conseguiu dar um chute a gol aos 42 minutos, com o Thiago Neves. Um dos motivos da má atuação do Flu no primeiro tempo foi a falta de adaptação do time à altitude, principalmente em relação ao peso e velocidade da bola. Errávamos a maioria dos passes.  Mas veio o segundo tempo e tudo mudou. Em certo momento passamos até a dominar o jogo. Thiago Neves acertou a trave, depois num chute que passou raspando, e depois veio uma falha vergonhosa da arbitragem. O Fluminense puxou um contra-ataque muito bom com o Leandro Amaral lançando o Thiago Neves que partiu do meio-campo e tocou na saída do goleiro, que defendeu com o braço fora da área.  Expulso?  Não pela lógica do juiz, que aplicou o cartão amarelo.  Aliás, já vi Rogério Ceni e o Nicola, que jogou no Flu, sendo expulsos por jogadas semelhantes, mas curiosamente essa não é a primeira vez que o Fluminense é prejudicado por jogada igual.  Num jogo contra o Bahia na década de 90 o goleiro não foi expulso. Em 2003 o goleiro do Paraná deixou de ser expulso num jogo contra o Flu após fazer uma falta num jogador do Flu que iria fazer o gol.

Voltando ao jogo, no segundo tempo o Fluminense parecia outro. Gabriel foi o que mais surpreendeu, pois no Maracanã ele não vinha jogando nada, mas pelo menos na segunda metade do jogo ele foi muito bem. Conca entrou bem no time. Cícero não entrou tão bem como em outros jogos. Mas os dois que mais se sobressaíram foram o Thiago neves e o Fernando Henrique, mesmo tendo enfeitado numa bola fácil e depois dando um soco que poderia ter segurado, e que acabou atingindo o Gabriel e quase voltando para o nosso gol.  Ressalto também a seriedade como o Luis Alberto jogou, e de negativo o péssimo primeiro tempo do ídolo Thiago Silva.

 Mas, no geral, o time se apresentou bem, tirou o peso da estréia, na altitude e contra um time que nas cinco oportunidades anteriores contra times brasileiros havia ganho todos os jogos.  Pode ser um bom presságio para o restante da competição. O próximo jogo é contra o Arsenal no Maracanã. Torço que continuemos sendo considerados azarões, zebras, ou coisas semelhantes, para podermos surpreender no final.

Libertadores

fevereiro 20, 2008

Vamos lá, Fluminense.

Hoje é a estréia, e esse jogo frente à LDU, no Equador, pode ser importantíssimo para toda a temporada.

Vence o Fluminense!

Fidel Castro

fevereiro 20, 2008

Parece incrível, mas o barbudo declarou que não mais presidirá Cuba, após quase 50 anos dirigindo a ilha. Parece que não mudará muita coisa, como o Bush deve estar pensando, ou mesmo os cubanos que moram em Miami, mas ao menos espera-se que pelo menos os cubanos possam ter eleições livres para todos os cargos. Nada pior do que ter um governo em que o povo fica impossibilitado de exercer sua opinião livremente, e isso infelizmente acontece em Cuba acontece.

De positivo, temos que reconhecer os muitos avanços que o regime de Fidel levou para Cuba, principalmente na área de saúde, educação e esporte, e isso é importantíssimo, mas se trouxeram essas melhorias, e eliminaram Cuba de um outro regime ditatorial que era vinculado aos Estados Unidos, porque temer eleições?

Imagens de um “goleiro” chamado Fernando Henrique

fevereiro 18, 2008

Já havia postado um gif com imagens do gol que o Fluminense tomou do América.

Abaixo postarei um outro gif do gol do Botafogo e uma foto com o detalhe de como o FH estava na hora da “defesa”.

Gol do Botafogo contra o Flu

E aqui o detalhe do nosso goleiro:

“goleirinho”

E relembrando:

fh.gif

Fluminense fora da final da Taça GB

fevereiro 18, 2008

A final será entre Botafogo e Flamengo. O Fluminense não mereceu, jogou muito mal, mas parecia que perdeu para si mesmo, pois o Botafogo também não jogou nada, já que propiciou muitas chances ao nosso time.

Mas foi um dia que parecia que nada daria certo tanto pro Fluminense como pra mim. O público de maioria de tricolor também não estava como eu esperava. 51.000 pagantes numa semifinal? Se bem que no jogo de domingo, dia que normalmente leva mais público, ainda mais envolvendo o Flamengo e o Vasco, deu 56.000, outra decepção. Mas os paulistas a essa altura devem estar achando um público excepcional.

Sobre o jogo do Flu, primeiro o Renato surpreendeu e colocou Maurício e Arouca juntos, mas não tirou o seu xodó Ygor.  Renato dá mole para todos ao deixar o Ygor no time, pois ninguém vê nenhuma utilidade nesse jogador, mas ele é o único que o quer no time. Já no Vasco, o Ygor era questionado pela torcida. E só para se ter uma idéia, o Ygor estava num time da Terceira Divisão da NORUEGA.

Coomeçou o jogo, e o Maurício ia bem, o Flu perdendo um gol com o Leandro Amaral e o Botafogo respondendo com uma bola no travessão. O Flu ainda teve três bolas, uma num chutaço do Arouca e duas faltas bem cobradas pelo Thiago Neves, enquanto isso o Botafogo perdeu uma bola de cara tirada pelo Fernando Henrique com o pé. Então veio um escanteio pro Botafogo e ao contrário do que aconotece com qualquer time profissional, nenhum jogador se posicionou no primeiro pau. E o Lúcio Flávio cobrou justamente ali. O goleiro e a zaga estavam distraídas, daí o Gabriel tentou tardiamente ir na bola ao ver um jogador do Botafogo ir cabecear.  O nosso goleirinho foi de olhos fechados para tentar dar um soco na bola e logicamente furou.  Sobrando para o atacante do Botafogo (pra vocês terem idéia, nem lembro do nome do cara) que praticamente debaixo da trave só teve o trabalho de ajeitar e tocar para dentro do gol vazio.  Um minuto depois, falta pro Flu cobrada pelo Thiago Neves para o Washington que sozinho marcou o que seria o gol de empate, mas o bandeirinha acabou marcando erradamente impedimento de outros jogadores que não participaram da jogada.  O Flu ainda teve outra chance de empatar antes do final do primeiro tempo em outra falta feita, e onde o zagueiro alvinegro era para ser expulso pois era o último homem, numa das poucas jogadas bem tramadas pelo nosso ataque, mams a cobrança foi mal feita.  Aliás, como o Botafogo bateu em toda parte do campo, e como o Fluminense teve faltas próximas à área, não aproveitando nenhuma.

Veio o segundo tempo e o Renato colocou o Conca. Seria uma excelente mudança, mas quem o Renato tirou? Arouca. Ou seja,  manteve o Ygor, que era driblado sempre facilmente, perdia bolas a toda hora. Qual a utilidade do Ygor? SERIA a de marcar, mas nem isso  ele faz, quanto mais acertar um passe. Mas o Conca entrou muito bem, com raça, criando jogadas pela esquerda, mas ninguém consegue ser constante tendo ao seu lado o Ygor, e logo o Conca passou a errar algumas jogadas, mas mesmo assim foi bem. O Flu ia perdendo gols e o Botafogo no contra-ataque sempre perigoso. Veio a expulsão do Triguinho do Botafogo e então o Renato coloca o Dodô para tirar quem? O Ygor?  Claro que não, tirou o Maurício, que era um dos melhores do time. Depois colocou o Cícero e tirou o Gabriel. Como um time que tem 3 chances de tirar o Ygor do time e não o faz não pode sair incólume, o Ygor acabou fazendo o penalty de forma toda atabalhoada no final do jogo. Botafogo 2×0.

No domingo deu Flamengo contra o Vasco. O Vasco começou melhor, tomou uma bola natrave, mas depois reagiu, fez o seu gol e teve chances de fazer o segundo por duas vezes, e com o Edmundo muito bem no jogo. Mas como já dizia o ditado que quem não faz leva, no final do primeiro tempo, numa falta na direita, o Flamengo empata. Começa o segundo tempo e no início o Vasco tem a chance de voltar a comandar o placar, num penalty em cima do Morais. Quando esperavam que o Morais fosse cobrar, mandam o Edmundo cobrar. Edmundo caminha e cobra muito fraco, e o Bruno facilmente efetua a defesa. Depois disso, o Flamengo passou a dominar amplamente o jogo, ficando com o controle da bola poor cerca de 65% do tempo, e foi criando muitas chances de gol, e no final veio o gol da vitória. 2×1. Placar final.

Agora é assistir pela TV. Um castigo merecido para os tricoloreos por terem um goleiro fraquíssimo como o Fernando Henrique e por ter um treinador que parece que não sab treinar um time com mais opções, e que se acha mais do que é. Além disso, por ser teimoso demais em suas convicções. Isso seria bom, se suas convicções fosse em cima de um bom jogador, mas quando oesta convicção tem como nome Ygor, não tem como reclamar de gol mal anulado e de injustiça no placar. Final merecida.

Fluonline fora do ar

fevereiro 15, 2008

Mais uma vez. O povo do fórum até faz piada sobre ser o fórum da lua por ter ficado por um bom tempo sempre fora do ar. Vamos torcer para voltar logo, para que a turma possa debater sobre o Fluminense e tudo o mais.

Estava debatendo ontem, num tópico sobre o Valentine’s day nos EUA, sobre a questão da cultura estrangeira aqui no Brasil. Alo, Setúbal. O povo não consegue viver sem o Fluonline. O Martins já está reclamando porque assim o dia dele no trabalho demora mais, eheheh

 E não podemos esquecer que amanhã tem Fluminense x Botafogo. Queremos debater se o FH agarrou bem ou não no jogo de amanhã, se o Renato armou bem o time, se o Cícero entrou bem, se o Washington vai ser ou não o artilheiro do Cariocão, se os três tenores chegaram a jogar juntos e se jogaram bem. A essa altura o Flucesar, ou Cesar Brízio, deve estar tendo manchas se coçando por estar sem fazer números.

Fluminense e Fluonline, tudo a ver.

Escrevendo um livro

fevereiro 13, 2008

Coloquei na cabeça que iria participar do Concurso Barco a Vapor de livros infanto-juvenis. Ontem comecei a escrever o livro. Escrevi numa tacada só 4 capítulos, mas hoje não escrevi nada. Tenho que parar de ficar acordado até altas horas da madruga para poder dormir direito, correr de manhã e ainda ter tempo para estudar para a prova de Seleção da Pós e ainda escrever o livro.

Acho que o problema nem vai ser escrever o livro, pois quando eu pego o ritmo, a coisa vai fluindo rapidinho. Problema mesmo vai ser para dar aqueles retoques, acertos. Nessa parte que a gente encontra um monte de coisa que a gente quer modificar. E eu já prevejo de depois que enviar o arquivo final ainda encontrar algo que me desagrade.

Semifinais do Estadual

fevereiro 13, 2008

Já estou com o meu ingresso para assistir ao Fluminense x Botafogo. Vou de Cadeira azul.

Amanhã comprarei um ingresso para um amigo.

O jogo é no sábado, mas espero um bom público, no mínimo 70.000.

Depoimento

fevereiro 11, 2008

Finalmente terminei o depoimento sobre o Luciano. Entreguei aos 48 minutos do segundo tempo para a Mariana. O problema foi ter que se resumir às 10 linhas. Também queria fazer algo não muito formal, mas acabei deixando assim. Nem pude falar dos famosos cachorros do Campus do Gragoatá e nem dos cabelos despenteados do Luciano, fatos que necessariamente teriam que ser falados para comentar sobre o meu amigo.  Mas se falasse, o texto ficaria com 30 linhas, eheheh

Agora que terminei o depoimento, tenho que escrever o meu livro.